Marketing de conteúdo está na moda!

Em uma área onde grande parte das execuções são interligadas com a estética, quem cria propósitos empáticos de moda com seus (possíveis) clientes está gerando valores para a sociedade de consumo. Chamamos esses esforços de marketing de conteúdo. A empresa Rock Content, a maior do segmento na América Latina, defende o conceito como: “maneira de engajar seu público-alvo e crescer a rede de clientes, criando conteúdo relevante e valioso. Além de atrair, envolver e gerar valores para pessoas, o que forma uma percepção positiva da marca e, consequentemente, mais vendas”.

Quando a estratégia é elaborada com conhecimentos técnicos e colocada em prática corretamente, os resultados chegam em uma maior presença online, aumento nas vendas, reconhecimento social e melhor direcionamento dos investimentos. Para isso, a marca deve identificar seu público e respectivos anseios, direcionando os esforços que os impactam.

A adequação da persona permite, por exemplo, perceber que seu negócio não precisa usufruir de todos os ambientes virtuais, mas aponta com clareza quais linguagens escritas e visuais devem ser exploradas. Preocupado por não estar presente em todas as plataformas? Tenha em mente sempre que o marketing de conteúdo foca, na verdade, em suas metas reais, mensuráveis e alcançáveis.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT), o mercado da moda gera 1,7 milhões de empregos, consagrando-se como o segundo maior setor do país e faturando mais de 50 bilhões de dólares por ano. Recentemente, a Revista Exame afirmou que este é o segmento que mais interage com ações digitais (25%) e a empresa GSI Commerce apontou que 45% dos consumidores brasileiros compram roupas por meio da internet.

Sendo assim, o marketing de conteúdo não pode (e nem deve) ser ignorado. Até porque, além de permitir o posicionamento da marca, por meio de conteúdos, o segmento potencializa os papéis dos profissionais envolvidos com a tarefa de trabalhar em prol das metas, deixando a estratégia mais transparente, mensurável e concreta. Para o e-commerce, por exemplo, a integração da equipe modifica as políticas de frete, entrega e troca, acarretando no bem-estar do consumidor.

E esse objetivo independe da área de atuação. Afinal, a fidelização dos clientes sempre será a pauta (e meta) central dos negócios mundiais. Logo, com o marketing de conteúdo, as cifras que acompanham o produto ou serviço serão apenas o fim de uma amostra de marca dedicada, envolvida com propósitos, conceitos e singularidades, que representam e atendem os anseios da persona.

Algo a mais. O adicional que enche os olhos dos consumidores, transformando-os em ávidos defensores e fãs do negócio. Sair do tradicional e renovar a forma de se comunicar com quem mais lhe interessa. Tudo isso é possível com o marketing de conteúdo.

Você compreendeu melhor? Então é hora de elaborar a estratégia! Conte conosco, acompanhado de um bom café, para determinar os pontos cruciais e planejar suas ações. Seja bem-vindo, nós somos a Velvet Comunicação e Marketing e queremos lhe ajudar!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s