A tecnologia é aliada na Black Friday da sua empresa

Descubra as melhores formas de vender mais e aumentar seus lucros em um dos dias mais aguardados do ano

A Black Friday é um evento promocional que vem crescendo mais a cada ano, com números impressionantes de vendas, nos mais diversos segmentos e promete ser ainda maior durante o período de pandemia. Neste evento, os consumidores procuram as melhores promoções, buscando economizar não apenas no produto em si, mas também priorizando benefícios como o frete grátis.

Como criar um anúncio

Muito antes do dia 27 de novembro várias lojas já iniciaram seus preparativos, investindo em anúncios nas mais variadas plataformas, neste momento de isolamento social, o principal canal entre consumidor e vendedor é a internet e suas ferramentas.

 A divulgação nas redes sociais é muito importante, mas é preciso saber como divulgar, um anúncio feito de forma errada pode afastar clientes e criar uma imagem de “desleixo” para a empresa.

 É necessário verificar quais itens serão selecionados para a promoção, negociar o valor com os fornecedores e analisar quais produtos tem o menor giro em seu estoque. A Black Friday também pode ser uma maneira de fidelizar o consumidor, apresentando um bom atendimento, entrega rápida e uma preocupação com o seu público, já que cada vez mais estes buscam não apenas o produto, mas a experiência da compra e atendimento.

Onde divulgar meu negócio

Existem muitas plataformas que podem ser utilizadas na divulgação de anúncios para a Black Friday, entre elas: o Facebook anúncios, a publicidade no Instagram que tem grande visibilidade e pode vir aliada de parcerias com influenciadores, anúncios no Youtube, entre outros.

 Outra grande aposta é em um dos sites de vendas que mais cresceu este ano, a Amazon conta com diversos benefícios para que empresas realizem seu cadastro para vender no site, atualmente a empresa oferece um curso introdutório para ajudar novos empreendedores a se organizarem e a entenderem melhor como funcionam as promoções da Black Friday.

 Sites que hospedam (marketplace) muitas lojas e empresas são de grande importância para novos empreendedores, pois eles já oferecem grande parte da organização e recursos como a própria plataforma e a propaganda do site em si, facilitando o começo dos novos e-commerces. Vários empreendedores apostam em vendas nestes sites como o Shopee que é conhecido por suas vendas internacionais, mas tem sido abastecido de muitas lojas locais nestes últimos meses.

Como vender mais na Black Friday

  •  Não cometa o erro de oferecer os famosos “falsos descontos” que acabam prejudicando a imagem da marca;
  •  A organização e planejamento são indispensáveis, tudo deve ser preparado antes do período de grande demanda, para evitar excesso ou falta de produtos;
  •  Montar kits promocionais é uma ótima forma de atrair a atenção do comprador, dando foco em um produto que saia com frequência;
  •  Analise o mercado para compreender as estratégias da concorrência e faça uma tabela de preços;
  •  Treine seus funcionários para que realizem o melhor atendimento possível, criando uma boa relação com os compradores.

Devo lançar um curso online na pandemia?

Com o isolamento provocado pelo novo coronavírus, mais pessoas começaram a procurar por alternativas de educação online. A quarentena virou um bom momento para aprender coisas novas e melhorar o currículo em casa, enquanto fazer cursos presenciais e eventos não voltam.

Nesse cenário, muitos profissionais com experiência e empresas estão aproveitando para lançar seus próprios cursos online. Essa é uma ótima estratégia para ganhar autoridade, ter uma nova forma de fazer receita e adaptar o negócio aos tempos de afastamento social.

Mas antes de colocar em prática a sua ideia de lançar um curso a distância, você precisa refletir sobre algumas coisas e planejar bem para promover uma boa experiência ao seu público. Confira algumas dicas!

Pense sobre quanto tempo você pode dedicar

Lançar um curso online dá trabalho. Você precisa planejar as suas aulas, se dedicar às gravações ou aulas ao vivo, elaborar materiais complementares e dar suporte aos alunos com dúvidas. Além disso, é preciso divulgar, ou contar com uma boa agência de comunicação que fará esse trabalho.

Então, antes de se jogar nesse novo projeto, pense se você realmente tem esse tempo disponível. Não adianta lançar um curso e não dar atendimento aos alunos, ou não conseguir divulgar para atrair matrículas.

Se você perceber que não terá muito tempo, mas quer muito fazer o seu próprio curso, conte com parcerias em áreas diferentes, como comunicação, suporte, design, diagramação, edição de vídeo.

Teste algumas plataformas diferentes

Existem diversas ferramentas para você hospedar o seu curso online. Nelas você pode colocar exercícios, materiais para estudo, ter um fórum para perguntas de seus alunos… O que vai mudar são as funcionalidade a forma de cobrança.

Algumas plataformas irão cobrar um custo fixo mensal para hospedar o seu curso online, enquanto algumas irão ficar com uma parte do pagamento das matrículas. O importante é estudar bem, testar e conversar com pessoas que já sejam experientes nesse assunto.

Você pode também fazer seu curso no formato de aulas ao vivo, usando o Zoom, Google Meet, Skype e afins. É uma opção para aulas mais dinâmicas e mais simples, você só precisará de uma plataforma de compra para que as matrículas sejam realizadas.

Se planeje para divulgar bem o seu curso

De nada adianta fazer um bom planejamento, gravação e edição de suas aulas, ou se disponibilizar para encontros virtuais ao vivo e não ter o mais importante: os alunos. Para isso, um bom plano de comunicação é fundamental.

Divulgue seu projeto nas redes sociais, escreva artigos explicando como vai funcionar o curso, colha depoimentos de pessoas que sabem do seu conhecimento, crie uma boa identidade visual para seu lançamento.

Para um resultado mais profissional, conte com a gente e faça seu curso atrair as pessoas certas! Atuamos com edição de vídeo, diagramação de materiais, conteúdo para redes sociais e estratégias para que seu projeto chegue nas pessoas que estão buscando aprender mais sobre o que você sabe.

Peça seu orçamento pelo e-mail contato@velvetcomunicacao.com ou nos chame no WhatsApp pelo número (51) 99514-7769.

Dia do Amigo: como aproveitar a data no seu marketing

Daqui a quatro dias é 20 de julho, data que celebra a amizade e pode ser uma ótima oportunidade para o seu negócio. O Dia do Amigo pode não ser uma das principais datas para o comércio, mas é uma grande oportunidade de aproximar a sua marca dos clientes, principalmente nesse período de afastamento social.

Confira algumas estratégias que podem ser utilizadas pela sua empresa no Dia do Amigo e que demandam pouco tempo e recursos para você se destacar:

Promoções especiais em suas entregas

O delivery e o take-away nunca foram tão requisitados como nesse período de pandemia. Nesse Dia do Amigo, que tal trabalhar nessas ofertas que não demandam que o seu cliente saia de casa?

Uma dica é possibilitar que seu público presenteie os amigos também sem precisar de casa. Exemplo disso é entregar na casa do amigo o item escolhido pelo seu cliente, com uma dedicatória e identificação de quem enviou.

É uma forma da sua empresa facilitar essa troca entre amigos e ainda manter o faturamento nesses tempos delicados e incertos. Mostre em suas redes sociais essa opção de delivery para amigos e movimente as suas vendas.

Crie uma experiência virtual

O Dia do Amigo também pode ser um momento de trocas, diversão e de aprendizado. Que tal criar uma experiência que irá unir o seu público e manter a sua marca viva na memória dos clientes?

Uma palestra online, workshop ou roda de conversa virtual pode ser uma ótima estratégia para movimentar a comunidade em torno da sua empresa. Essa iniciativa pode não apenas atrair a atenção dos clientes, mas gerar conversas sobre sua marca e futuras vendas.

Utilize as plataformas gratuitas como Zoom, Google Meet e Skype para aproximar o público de você nesse momento em que todos estão em casa e criar boas experiências mesmo que sejam a distância.

Movimente as suas redes sociais

O que significa a amizade para você e sua empresa? Expresse isso de forma criativa nas suas redes sociais. Pode ser um vídeo falando sobre as principais parcerias para o seu negócio, sobre a importância de valorizar os amigos, etc. O importante é criar um conteúdo que seja informativo ou apele para as emoções de seus seguidores.

Se você, por exemplo, trabalhar com psicologia, pode criar um vídeo sobre a importância das amizades para a saúde mental. Já se trabalha com gastronomia, pode ensinar uma receita nos stories para fazer e enviar aos amigos de quarentena.

Você também pode utilizar as redes sociais da sua empresa como um espaço para que os seguidores e clientes enviam dedicatórias aos amigos, que serão publicadas por você. As possibilidades são infinitas e podem vincular sua marca com emoções positivas nessa data. 

Está com dúvidas sobre a melhor estratégia para a sua marca no Dia do Amigo ou quer ajuda para transformar seu planejamento em ações reais? Peça seu orçamento enviando um e-mail para contato@velvetcomunicacao ou chamando no WhatsApp (51) 99514-7769.

Como se manter próximo de seus clientes em tempos de isolamento

A pandemia do coronavírus está sendo um desafio para a maioria das empresas. Manter o faturamento mesmo com todo mundo em casa pode ser difícil, dependendo do seu segmento. Além disso, a distância pode fazer seu relacionamento com o clientes “esfriar”, não é mesmo?

Confira algumas dicas para manter a sua marca presente no dia a dia do seu público mesmo em tempos em que é necessário ficar em casa. A comunicação é sua grande aliada nesse momento!

Agende reuniões virtuais

Manter o bom relacionamento com os clientes pelo ambiente virtual é fundamental nesse período. Que tal agendar encontros virtuais de forma periódica com aqueles que são mais fiéis à sua empresa?

Se você trabalha com contabilidade, por exemplo, uma chamada de vídeo pode servir para você ficar mais por dentro do que acontece na empresa de seu cliente e poder tirar dúvidas. Já se você atua no segmento de beleza, pode dar dicas de cuidados para se ter em casa, por exemplo.

Por mais que reuniões em vídeo possam ser cansativas, fazê-las de vez em quando é a melhor forma de se manter relevante na vida do seu cliente e poder ajudar a tornar esse período um pouco menos difícil para seu público.

Envie mensagens periódicas

Nem só de reuniões em vídeo vive a comunicação com os clientes! Já que eles não estão indo ao seu estabelecimento ou escritório, coloque na sua agenda para enviar mensagens com uma certa frequência.

Envie e-mails ou mensagens de WhatsApp com o objetivo de tirar dúvidas, enviar conteúdo de qualidade que sua empresa tenha produzido e manter a conexão com quem mantém a sua empresa viva.

Materiais ricos, como e-books, aulas online, guias e outros conteúdos são uma ótima forma se ajudar e surpreender os clientes nesse período de isolamento. Quer ajuda para criar conteúdo de qualidade em nome da sua marca? Envie um e-mail para nós no contato@velvetcomunicacao.com!

Peça opiniões sempre

Estamos todos nos adaptando a essa nova forma de vender produtos e serviços. Por isso, é normal que algumas coisas não saiam como planejado ou fiquem muito diferentes das expectativas dos seus clientes.

Que tal fazer uma pesquisa de opinião? Você pode utilizar os próprios formulários do Google para conferir o que seus clientes desejam, se eles querem dicas de cuidados e receitas para replicarem em casa, se gostariam de participar de um evento online, se querem algum tipo de atendimento domiciliar.

Mantendo a comunicação constante, você garante que a sua marca se mantenha relevante na vida dos clientes e passe por esse momento delicado de uma forma mais estável! Para melhorar a qualidade de sua comunicação online e criar campanhas de comunicação que convertem em vendas, conte com a gente.

Somos uma agência que atende empresas de todo o Brasil criando soluções de conteúdo para atingir o público-alvo criando boas experiências digitais. Nesses tempos de afastamento, nada mais útil do que colocar a sua marca nos ambientes virtuais que seus clientes mais passam tempo!

TikTok para meu negócio: vale a pena?

Se você vive nesse planeta, provavelmente já ouviu falar do TikTok. Se trata de uma rede social de vídeo, que começou para que os usuários fizessem dublagens divertidas e publicassem.

A rede social, principalmente motivada pela quarentena, vem atraído cada vez mais usuários. E se engana quem pensa que ficar horas no TikTok é coisa de criança ou adolescente: muitos adultos usam o app para compartilhar dicas e também fazer humor.

E a sua empresa, já está utilizando a rede social para criar e engajar um novo público? Conheça nossas dicas!

Não fale só sobre seu produto

O TikTok ainda não é uma rede social ainda tão utilizada por marcas, como o Facebook e o Instagram. Por isso, conteúdo institucional não é muito comum por lá. Se quiser fazer sucesso na plataforma, invista em conteúdo de qualidade que de fato entretenha e ajude os seguidores.

Se você atua com moda, dê dicas de looks e truques para parecer bem arrumada, se trabalha com alimentação mostra seus melhores pratos de um jeito mais inspiracional e se atua com serviços faça vídeo tirando dúvidas comuns, por exemplo.

O importante é não falar sobre seus preços, condições de venda, etc. Crie conteúdo que as pessoas irão ver, comentar e querer compartilhar com amigos. Assim você irá criar um público que poderá fechar vendas com você depois.

Consuma muito conteúdo na plataforma

Podemos fazer diversos artigos aqui no blog da Velvet sobre como o conteúdo do TikTok deve ser, mas é importante que você tenha uma boa bagagem. Você só saberá o que performa bem no aplicativo usando e observando!

Então crie uma rotina de conferir o que está aparecendo na aba “Para Você” do seu TikTok, afinal o que aparecer por lá foi selecionado pelo algoritmo da rede social. Observe o que tem mais engajamento e vá analisando que tipo de conteúdo vai melhor na rede.

Vá salvando suas referências para depois recriar do seu jeito, utilizando os produtos e as referências da sua empresa. Os áudios de humor, por exemplo, podem ser dublados por qualquer pessoa e você pode ir recriando sucessos da rede social para começar a criar seu público.

Não perca de vista suas métricas

De nada adianta criar muito conteúdo e não analisar ele. Se você já publicou alguns vídeos no seu TikTok, é hora de parar e verificar suas métricas. A rede social permite que você veja as visualizações, curtidas e comentários de cada vídeo.

Anota quais performaram melhor e pense em possíveis motivos para esse bom resultado. Vá criando seus próprios padrões conforme o que deu melhores resultados e não pare também de fazer novos testes, seja de duração, cenário, etc.

Também não se esqueça de verificar quais hashtags estão lhe entregando mais visualizações e reserve um tempo do seu dia para comentar em outros vídeos, pois isso tornará seu perfil mais conhecido ao longo do tempo.

Por fim, valerá a pena se você conseguiu obter um resultado de levar esse público do TikTok para outras redes e para seu funil de vendas. Tudo precisa ser testado. Se ao longo dos meses você sentiu que investiu muito tempo e teve pouco retorno, revise sua criação de vídeos, conte com ajuda de um profissional de marketing e, se for o caso, invista em outras redes sociais.

E você, já está no TikTok? Quer ajuda para planejar, criar e publicar seus vídeos nessa nova rede social? Envie um e-mail para gente e vamos conversar: contato@velvetcomunicacao.com!

Empreender com propósito: sustentabilidade com Fabíola Pecce

Criar uma empresa com um objetivo de gerar um impacto positivo no mundo é o que muitas mulheres têm feito, no Brasil e no mundo. Aliar a vontade de tirar um projeto do papel e lutar por uma causa que acredita é a saída de muitas empreendedoras para a realização profissional e pessoal.

 

Uma mulher reconhecida por esse trabalho com propósito é a Fabíola Pecce, de Porto Alegre. Ela fundou a Oficina Pasárgada para promover cursos, eventos e consultorias para ajudar pessoas a empresas e repensarem seus hábitos, visando uma vida mais sustentável.

 

Confira abaixo a nossa conversa com Fabíola e se inspire nessa trajetória!

 

Como foi sua decisão de atuar com sustentabilidade?

 

Eu estava no Comércio Exterior e via que aquilo não fazia mais sentido para mim há muito tempo. Eu vinha adoecendo física e mentalmente e percebi que eu precisava fazer novas escolhas. Para mim foi muito natural o caminho de uma gestão ambiental, até como se fosse uma visão de mercado. 

 

Eu tinha certeza que eu queria trabalhar com alguma coisa de ecologia, meio ambiente. E foi uma jornada difícil, porque em dois anos de gestão ambiental eu ainda olhava e pensava “nossa, mas o que eu vou fazer nesse cenário?”.

 

Eu vinha de uma formação de administração, com habilitação em Comércio Exterior, e quando eu pensava em sustentabilidade era biológico, era química, poluição, e eu pensava que eu não tinha nenhum conhecimento nesses temas. Então por muito tempo eu fiquei sem saber qual seria de fato a contribuição que eu poderia dar nesse mercado. Até que um dia eu escutei uma frase que falava que “lixo só era lixo se estivesse no lugar errado” e aquele dia eu não dormi.

 

Eu pensei “nossa, eu tenho 19 anos de logística” e eu fazia uma coisa chamada “carga fracionada”, que é uma carga que não sozinha enche um contêiner, tinha que combinar vários tipos, tinha que seguir regras internacionais, porque ia entrar num navio… E quando eu escutei essa frase, eu pensei “é isso mesmo, vou colocar o lixo no lugar certo”. Foi uma decisão pensada e muito batalhada. Descobri que toda profissão pode contribuir com sustentabilidade, cada um tem que olhar para a sua e identificar qual é o ponto de convergência com esse tema.

 

fabiola-pecce

Qual é o maior desafio de trabalhar na parte de educação e consultorias?

 

Acho que educação e consultorias em sustentabilidade, especificamente, é um mercado em formação. A gente tem muitas pessoas dando conteúdo de graça, falando sobre o problema. Eu abri a Pasárgada para falar de solução, antes só se falava de problema, era quase terapia em grupo.

 

Eu tenho que compreender que esse é um tema de interesse coletivo, funciona melhor como seminários, congressos. O maior desafio é encontrar esse nicho. Onde estão essas pessoas que querem transformar e pagar por isso. Mas esse é o desafio de diversos empreendedores, existem nichos mais populares. Eu tenho esse desafio por ter também muito conteúdo de graça e de descobrir quem paga por isso, identificar minha persona.

 

Como você tem utilizando a internet para aumentar o alcance do seu projeto?

 

A gente teve um poder de reação dentro da Pasárgada. A gente chegou a devolver as inscrições do cursos que iria acontecer, o Todo Lixo é um Erro de Design, não tive a agilidade na transformação desse conteúdo em digital. Estou descobrindo como fazer isso.

 

Tem todo o desenvolvimento de conteúdo, acho que os cursos que vou lançar no digital não são os mesmos cursos que a Pasárgada já tinha. A gente foi convidado de clientes e parceiros para participar de lives, foi muito legal. Os contatos são de Fortaleza, Florianópolis, Recife… A fronteira está sendo quebrada, mas ainda a passos lentos.

 

Comprei um curso de como fazer conteúdo digital, como fazer lançamentos, então em 90 dias vamos ter novidades. Mas nesse meio tempo são as lives que estão segurando a nossa relevância.

 

Que outras mulheres são uma referência para você?

 

Bom, eu me lembro sempre, muito Brigitte Bardot, que foi uma das primeiras modeletes a chamar atenção para a causa ambiental, na época muito mais dos animais. Mas sem querer trazer política, uma guerreira forte que temos no Brasil no meio ambiental, de uma maneira estratégica e inteligente, é a Marina Silva. Ela tem um olhar muito estratégico em como levar o desenvolvimento brasileiro mantendo a floresta em pé.

 

Como mulheres empreendedoras podem tornar seus negócios mais sustentáveis?

 

As mulheres empreendedoras podem fazer isso da mesma maneira que o homem, mas as habilidades femininas, como empatia e inclusão, facilitam que essas coisas sejam introduzidas. A partir desse olhar, faz mais sentido que o negócio tenha propósito e a construção de uma marca mais sustentável.

 

E você, como tem aplicado a sustentabilidade na sua empresa? Se quiser uma empresa mais inserida no mundo digital, conte conosco da Velvet Comunicação e, para uma marca mais verde, conte com a Pasárgada!

Os livros recomendados por empreendedoras para os dias em casa

Sabemos que adquirir novos conhecimentos é fundamental para quem está empreendendo. Em tempos de afastamento social, ler pode ser o melhor passatempo para se distrair, aprender e melhorar na vida profissional e pessoal.

Por isso, convidei quatro mulheres donas de negócios para compartilharem seus livros favoritos de empreendedorismo e te inspirar a criar esse hábito na sua quarentena!

87469713_10207635163394586_3960846813493198848_n

Cintia Del Pino – Proprietária do Acervo Olinda

Eu gosto mesmo é de ler livros sobre autoconhecimento, acabei de ler A Alma Indomável do Michael A. Singer, acho fundamental para que possamos trabalhar com propósito de vida, dessa forma conseguimos chegar onde queremos e felizes.

82218722_3232760826817408_6630132549454659584_n

Karina Missel – Proprietária da ConnectBe Digital

O Milagre da Manhã, muito bom para a vida, mudou a minha! E o Pai Rico, Pai Pobre, mudou minha vida financeira. Também recomendo A Bíblia das Vendas, melhorou minhas vendas.

72420271_500307057489705_8405007546640760832_o

Thais Canabarro – Maquiadora

Sobre negócios tem um livro que eu to louca pra comprar que é o Ouse ser diferente e não tenho dúvidas que vai ser meu favorito, ele é do Pedro Superti . O Pedro tá fazendo todo dia lives (magic mornings) durante a quarentena sobre como sobreviver em meio à crise, são simplesmente perfeitas e o que ele fala nas lives são baseadas no livro.

69793300_10219974119252817_1621266973608378368_o

Thaynara Ayres – Organizadora de eventos

O livro que mais me tocou nos últimos tempos foi o Coragem para ser Imperfeito. Fez com que muitas fichas caíssem e também me fez mais atenta às pessoas.

Dicas da contadora Maria Luisa Justo aos empreendedores durante a pandemia

Vivemos tempos de incerteza e, durante esses períodos, é sempre bom ouvir quem está passando pelo mesmo que a gente. Por isso trouxe para cá minha conversa com Maria Luisa Justo, contadora de Porto Alegre que jé está habituada ao trabalho home office e dá dicas sobre organização das finanças nesse momento!

1 – Você já trabalhava em home office antes da pandemia? Qual sua dica para ser produtiva em casa?

Sim eu já trabalhava em home office antes da pandemia, a dica que eu dou é ter foco nas questões do trabalho, sem se deixar distrair com questões domésticas, assim sendo, deve se ter os mesmos horários como se estivesse em um escritório.

2 – O que é mais importante para um empreendedor que está começando agora, em termos de contabilidade?

Considero o mais importante para um empreendedor num momento com tantas incertezas, seria elaborar um bom plano de negócios com todos os itens necessários como: gastos, custos do negócio, metas claras e bem definidas, adaptações de vendas para online, considera-se hoje o canal online, um ótimo sistema de venda, empresas de comércio devem obrigatoriamente ter este canal e as de serviço também tem que se adaptar a este segmento.

3 – Como faz para ter um bom relacionamento com seus cliente e fidelizá-los?

Acho que para fidelizar um cliente, temos que auxiliá-lo e dar suporte nas etapas do negócio onde o cliente achar necessário, também procurar conhecer seu negócio, para assim fornecer relatórios úteis ao negócio.

4 – O que acha que é o maior diferencial que uma mulher empreendedora pode ter?

Acredito que um diferencial que a mulher empreendedora possui é a sensibilidade feminina, enfim um olhar mais humano.

5 – Qual dica você dá para que as empresas sobrevivam à crise?

Sempre indico no mínimo é abrir uma planilha de Excel com todas as anotações de gastos, custos, previsão de vendas, esta planilha é como ter um retrato da empresa. Outro fator importante é sempre observar as necessidades do público alvo, porque mais do que nunca o cliente é um dos motivos da Empresa existir.

Empreendedoras contam os filmes favoritos para inspirar na quarentena

Ganhou tempo em função da quarentena? Que tal se inspirar vendo filmes de empreendedorismo? Para te ajudar, convidamos cinco empreendedoras e elas falaram seus filmes favoritos para inspirar quem está empreendendo. Confira:

 

Aurecleni Leite – Personal Shopper de Beleza, Saúde e Bem-estar

78924162_3624507644227741_3593232453730304000_n

Indico o filme Joy: Um Nome de Sucesso. Fala de perseverança, determinação, buscar seus sonhos e objetivos. Transformar suas ideias em grandes oportunidades e negócios, agregar valor.

Catarina Ruter – Mentora de negócios para mulheres

37304841_2114718691890675_7295870441887891456_n

Indico a série Self Made, sobre a vida de Madam C. J. Walker. Vale total para esse mundo do empreendedorismo. É uma história incrível para esse momento de coronavírus, de lidar com adversidades. Faz muito sentido.

Cristina Porto Vesz – Consultora estratégica para mulheres

91941589_2121634607982007_6569180950570205184_o

Tem um filme que eu gosto muito que é sobre a Coco Chanel e se chama Coco antes de Chanel. É muito interessante ver a história dela antes da fama, como ela teve de se impor em um mundo masculino, onde trabalhar não era “coisa de mulher” e como ela impôs sua vontade de trabalhar com delicadeza e personalidade, se tornando o ícone que ela representa até hoje!

Manoela Doná – Empresária no Triptofanos e criadora do @mulheres.de.alcance

82279089_2481386968656740_8997921811849019392_n

O meu preferido é o À procura da Felicidade, porque o propósito maior da vida é ser feliz, mas não significa que isso não exija superação e muito trabalho!

Michele Marques – Analista Comportamental e Mentora de Carreiras

48391806_2291422077587511_8122307430508920832_o

Um filme bem marcante para mim foi À procura da Felicidade. Me senti desacreditada muitas vezes durante a minha história, assim como muitas pessoas, e esse filme é inspirador pela persistência e principalmente pelo desejo de Chris em realmente conquistar um lugar melhor, em acreditar que ele podia ser quem quisesse e ele foi lá e fez.

Outro filme que amei foi O menino que descobriu o vento, pela vontade genuína que Malawi tem em buscar alternativas para o vilarejo onde vivia e melhorar a vida de todos, ele foi atrás do que precisava, buscou conhecimento necessário para transformar uma ideia em algo que repercutiu positivamente na vida das pessoas.

Marketing digital em tempos de pandemia: como manter sua marca presente no ambiente digital

Após as primeiras notícias sobre a pandemia do novo coronavírus e o início da quarentena, muitas empresas precisaram tomar atitudes para se manter diante de um cenário de crise, reduzindo a jornada e a equipe de trabalho e também demitindo funcionários. Houve uma reestruturação para que esses negócios pudessem sobreviver perante ao cenário econômico em que o Brasil vive.

 

Com a nova realidade, em que o Brasil e outros países do mundo enfrentam um período desafiador à medida do avanço do novo coronavírus, é preciso se reinventar para se manter presente no ambiente que, neste momento, se fortalece cada vez mais: a internet. Por isso, manter presença no ambiente digital sempre foi importante, uma vez que é ali que grande parte do público que consome seu produto pode vir.

 

As mudanças sempre exigem requalificação nas estratégias aplicadas para que o negócio continue ganhando visibilidade e, com isso, gerando vendas. Neste momento, é importante reforçar o investimento em marketing digital, pois a internet é a única alternativa de manter a venda dos seus produtos e a qualidade da sua empresa em tempos de isolamento. Para isso, é importante estar atento e aberto às oportunidades, investir em conteúdo de valor e em estratégias de fortalecimento no relacionamento com seus clientes.

 

É importante reforçar que o isolamento social mudou o comportamento do consumidor e que muitos setores serão beneficiados se houver presença digital e relacionamento fidedigno com os clientes. As pessoas estão na internet, e procuram algo que lhes satisfaça; O investimento em marketing de conteúdo também pode ser uma alternativa para posicionar a sua empresa como autoridade naquilo que ela coloca à venda.

 

 

TODA CRISE TAMBÉM UM MOMENTO DE OPORTUNIDADES

 

Os especialistas alertam que nos momentos de crise encontram-se oportunidades. Isso porque para sobreviver em meio a pandemia, é preciso estar aberto às mudanças e investir em inovação. Neste período de isolamento social, observa-se que as empresas estão humanizando seus serviços, preocupando-se com os clientes e criando ações e conteúdos que, além de informar, também promovem a marca e, logo, faz com que ela atinja resultados nas vendas. Para que você mantenha sua marca posicionada no mercado durante e após este período de isolamento social, é importante reforçar e aplicar novas estratégias de marketing digital para a sua empresa, já que neste momento grande parte do público encontra-se no ambiente virtual.

 

ESTRATÉGIAS DE MARKETING DIGITAL PARA SOBREVIVER EM MEIO AO CORONAVÍRUS

 

Para sobreviver em meio a esta pandemia, esteja presente em todos os canais de comunicação que você acredita que seu público-alvo e consumidores do seu serviço também estejam presentes. Confira abaixo 3 estratégias essenciais para aplicar durante este período de coronavírus.

 

 

COLOQUE SUA MARCA NA VITRINE

 

Este é o momento perfeito para você colocar cada vez mais a sua marca na vitrine. Invista em marketing de conteúdo, e em redes sociais com ferramentas que auxiliem na visibilidade do seu produto, como o Instagram, que permite a criação de stories e outras funções que podem potencializar seu negócio.

 

 

TENHA UM RELACIONAMENTO COM SEUS CLIENTES

 

Uma maneira de se aproximar de seus clientes neste momento é criar um laço de relacionamento e empatia. Mostre que está preocupado com eles  e disposto a escutar suas dores e solucionar problemas. Use o WhatsApp, crie listas de transmissão e dissemine conteúdo sobre seus produtos aos seus clientes. Procure respondê-los com agilidade. Criar uma relação entre cliente-empresa é umas das questões mais importantes agora.

 

 

INVISTA EM CONTEÚDOS DE VALOR

 

Um dos princípios do marketing digital é oferecer ao público-alvo conteúdo de valor sem a intenção de venda imediata, apostando na construção e fidelização entre cliente x marca. Neste momento de pandemia, as pessoas buscam conforto em meio a tantas incertezas. Aposte em um conteúdo de valor que agregue à vida das pessoas, com o intuito de informar, entreter e solucionar problemas.

 

 

E você, como está o marketing da sua marca nesse momento de isolamento social? Já pensou em investir no marketing digital? Para contar com ajuda profissional e qualificar o seu conteúdo e suas redes sociais, peça um orçamento com a gente pelo e-mail: contato@velvetcomunicacao.com