Como sua imagem pessoal pode alavancar seu negócio

Você tem um negócio próprio e quer utilizar de todas as armas possíveis para que ele dê certo? Então está na hora pensar com um pouco mais de carinho na sua imagem pessoal.

Sim, a forma como você se expressa, se porta e se veste tem uma relação muito direta em como as pessoas vêem a sua empresa e as suas capacidades.

Você não precisa gastar muito dinheiro com roupas novas, cursos de etiqueta ou deixar de ser você mesma. O importante é escolher com cuidado tudo o que você veste, fala e faz.

Entrevistamos a stylist de Minas Gerais Luíza Böeh que também é empreendedora (é dona do aplicativo Casafash) e entende tudo do assunto, confira:

luiza
Luíza Böeh

Luiza, é necessário renovar o guarda-roupa ao decidir empreender?

Não é preciso necessariamente trocar o guarda-roupa inteiro, mas é preciso selecionar. Muitas vezes a gente ganha roupas, vai usando e elas ficam gastas, ficam feias e a gente não percebe. Roupas muito gastam ficam ruins.

Tem algumas peças no guarda-roupa que são essenciais e a ajuda profissional (de uma stylist) é para isso, saber quais são essas peças. Então não necessariamente você precisa renovar o guarda-roupa, mas entender o que ainda funciona para você.

Depois dessa limpeza, aí é necessário fazer umas compras básicas, de peças que vão complementar o guarda-roupa e lhe dar uma cara de mulher de negócios.

Empreendedoras precisam se vestir de maneira formal?

O que é formal hoje em dia? Muitos campos de trabalho são bem liberais com isso. É muito amplo falar de formalidade. O importante é não se vestir de maneira vulgar, provocativa ou qualquer coisa dessa forma.

Um vestido cabe (colorido ou preto), por exemplo. Não dá para falar o que é formal e o que não é, depende muito em que tipo de área a pessoa vai empreender.

Quais são as peças essenciais para deixar o look mais sério, mais “mulher de negócios”?

O básico é uma calça skinny, porque é a peça mais básica que podemos ter no nosso guarda-roupa. Se ela for em um tom escuro (jeans escuro ou preto), é a melhor coisa.

Você pode colocar um terninho ou uma blusa jeans por cima, depende do que você tiver para combinar. Gosto de kimono também, porque dá um toque a mais. Se você usar uma camisa, uma calça e um kimono já dá um ar de seriedade. Blazer também cai muito bem.

Saias acima do umbigo e próximas do joelho (para baixo ou um pouco para cima) e vestidos do mesmo comprimento também são boas opções. Acessórios são as coisas que mais ajudam. Bolsas, sapatos fazem a maior diferença no que você escolher.

Se você escolheu um look básico, mas um relógio e uma bolsa bacanas, você vai passar uma imagem de mulher de negócios. Não dá para focar em uma peça só. Você pode usar o básico e ser elegante.

A liberdade sexual das mulheres é muito bem vista atualmente, mas no local de trabalho incomoda. Looks muito sexy muitas vezes impedem a gente de se locomover tranquila.

Evitando esse tipo de roupa, você não precisa se preocupar em pegar uma caneta que caiu no chão e aparecer alguma coisa, por exemplo. Para se inspirar em looks mais sérios, recomendo as produções das irmãs Kardashian.

 

PS: Já pensou em fazer um processo de coaching? Neste post tem todas as vantagens do coaching para empreendedoras!