5 podcasts para empreendedoras de moda

Eles viraram nossa melhor companhia para usar o transporte público, limpar a casa, fazer academia, tomar banho… Os podcasts estão ganhando cada vez mais força e virando mania entre os consumidores de conteúdo online, principalmente por não exigirem tanta atenção e poderem ser escutados enquanto estamos envolvidos em outras atividades – inclusive no trabalho.

Eu, particularmente, ouço todos os dias e gosto de podcasts sobre os mais variados temas. Posso inclusive fazer um novo post com os meus favoritos sobre notícias, humor e cultura. Hoje, porém, vou indicar para vocês os que mais podem agregar às empreendedoras de moda. Todos eles estão disponíveis no Spotify, é só procurar pelo nome e dar o play!

Tudo Orna

A empresa Tudo Orna foi fundada pelas irmãs de Curitiba Bárbara, Débora e Júlia Alcântara. Elas começaram com um blog, anos atrás, e agora têm uma marca de acessórios e um café. Com seu projeto Efeito Orna, elas ajudam empresárias e influenciadoras a ganhar espaço na internet. O podcast delas, Tudo Orna, fala sobre branding, moda e empreendedorismo. Os episódios têm entre 10 minutos e 1 hora.

O Podcast

Comandado pelo casal de influencers Dani Noce e Paulo Cuenca, O Podcast foi lançado em 2019. São episódios curtos, com menos de meia hora, sempre com convidados do mundo da moda, da beleza e do conteúdo online. Já passaram pelo programa Jana Rosa (influencer e escritora) e Julia Petit (criadora de conteúdo e empresária).

Estilo Possível

Marina Santa Helena é stylist e participa do podcast Um Milkshake chamado Wanda e agora comanda o Estilo Possível. O podcast é só sobre moda, falando tanto com as consumidoras quanto profissionais do meio. A cada episódio é escolhido um assunto, como as cores, o visagismo, os acessórios e a profissão de stylist. Marina também responde as dúvidas que os ouvintes enviam por e-mail.

The Business Of Fashion

Para praticar seu inglês e ainda estar por dentro do mercado da moda mundial, recomendamos o podcast The Business Of Fashion, derivado do portal de mesmo nome. São episódios semanais, de uma hora, com profissionais do ramo falando sobre seu trabalho e as principais tendências quando o assunto é produzir peças de roupa e itens de maquiagem.

Fashionismo para ouvir

O blog Fashionismo é um dos mais antigos sobre moda na internet e em 2019 virou também podcast. Thereza Chammas fala semanalmente no podcast sobre os principais acontecimentos da semana, envolvendo influenciadoras, marcas, eventos e demais tendências do momento. São episódios curtos, bons para se informar em pouco também. Thereza também tem uma série de programas voltada para a criação de conteúdo.

E você, já ouviu algum desses podcasts? Tem alguma outra sugestão para as empreendedoras de moda ouvirem para ficarem por dentro do mercado? Deixe aqui embaixo nos comentários!

E para aumentar os resultados da sua marca de moda ainda mais, conte com a nossa equipe especializada na área para criar conteúdo e encantar os seus clientes. Peça o seu orçamento sem compromisso pelo e-mail contato@velvetcomunicacao.com ou pelo WhatsApp (51) 99514-7769.

Representatividade na moda: grupo especializado surge no RS

A busca pela representação de pessoas reais na comunicação de moda é algo cada vez mais comum – felizmente! Para fortalecer esse movimento, surgiu esse ano no Rio Grande do Sul a Black Barbie Agency.

Conversei com a responsável, a Desiree do Valle, que é estudante de Moda, e ela contou tudo sobre o projeto e a importância da diversidade no mundo fashion! Continue lendo para saber mais:

Quem faz parte da equipe e quais são as profissões do pessoal?

Começamos em março. Fixo na equipe somos eu, Desiree, e meu namorado Pedro. Sou stylist e produtora de moda, curso Design de Moda na Unisinos e o Pedro é estilista, tem uma marca de upcycling, a PMMF Jeans.

Estamos em fase de testes com profissionais da beleza e fotógrafo, mas queremos fechar a equipe logo pro trabalho ficar mais redondo.

Quais os principais trabalhos de vocês?

Nosso primeiro editorial, o Black Barbie, que abriu portas, a nossa mente e um mundo de oportunidades. E em seguida nasceu a agência. Vimos uma oportunidade de juntar tudo o que amamos em moda e fazer disso nosso trabalho.

Como decidiram criar a agência?

Nasceu de uma necessidade de se enxergar na moda aqui no estado. Criamos a agência para que outras pessoas negras se sintam representadas. Queremos trazer resgate de autoestima e falar de diversidade de corpos negros.

“BBagency” é um manifesto contra muitas das opressões que sofremos ao longo da nossa história. É sobre mostrar que estamos aqui criando, chefiando, fazendo as nossas coisas pros nossos se identificarem.

O que acham sobre a representatividade na moda hoje? Ainda precisa evoluir?

Estamos caminhando em algumas evoluções já. Tem muitas coisas boas acontecendo a respeito da representatividade, mas acho que se tornou algo mercadológico também.

Falta muitas coisas acontecerem pra todo mundo se sentir representado. Precisamos quebrar muitas barreiras ainda. Quando se torna moeda de troca perde o propósito. Representatividade não é “aff, tem que ter um negro ou gay ali” é “deve ter um negro ou gay ali”. O discurso tem que ser genuíno e empático.

Quais são as principais referências de vocês quando o assunto é comunicação de moda?

Gostamos muito de referências que quebrem padrões, que incomodem visualmente, que façam provocações. Afrofuturismo é algo que nos inspira bastante.Também o Ibrahim Kamara, stylist africano, Suyane Ynaya, stylist paulista, Silva Produtora, agência de moda criada por pessoas periféricas e Yutmag, revista de moda.

Que dica dão para as donas e donos de marca e designers?

Olhar mais pra fora, fugir do óbvio. Buscar referências reais e informações, falar sobre diversidade sempre, mas uma diversidade que realmente inclua e não separe criando novos padrões. Bater em teclas que as pessoas não estão acostumadas a ouvirem.

Para conhecer mais sobre o trabalho deles, segue lá no Instagram: @blackbarbieagency.

 

Tendências de marketing para moda em 2019

O mercado de moda está sempre em constante mudança. Desde o surgimento das fast fashions – que significa moda rápida, termo utilizado para designar a renovação constante das peças comercializadas no varejo de moda – as empresas buscam inovar seus produtos e o modo como se relacionam com o público, através do marketing digital.

Hoje, os consumidores de moda possuem maior interesse e aproximação, por meio das redes sociais, do que é ou está se tornando tendência. Por isso, é importante que as  empresas de moda também estejam presentes nas principais plataformas digitais e acompanhem o processo de evolução nos hábitos de consumo de seus clientes, facilitando a venda de seus produtos.

A mudança e evolução nos hábitos de consumo também modificou o modo de aplicar as estratégias de marketing digital. Para que as empresas de moda tenham resultado nos seus negócios, é importante criar estratégias de comunicação que promovam a interação entre seus consumidores. Através do marketing digital, é possível construir uma marca que se posicione no ambiente online.

Estratégias de marketing digital para moda

Quando uma marca possui uma boa estratégia de marketing digital e está presente nas redes sociais, os resultados almejados são obtidos com maior rapidez, pois o consumidor de moda e beleza está sempre antenado nas principais tendências que circulam e esse público necessita de informação ágil e precisa.

Para que sua empresa tenha bons resultados através das estratégias de marketing digital, o primeiro e importante passo é construir uma relação fidedigna com seus clientes e agregar valor ao produto que você está vendendo.

Uma empresa de moda não se trata apenas de uma marca que vende roupas aos clientes, mas sim que veste e constrói uma relacionamento com seus consumidores. Através das estratégias de marketing digital, é possível gerar conteúdo de valor, ter credibilidade e gerar autoridade no seu próprio negócio.

Por isso, separamos 5 tendências de marketing digital que são essenciais para quem trabalha no segmento de moda.

1. Conheça seu público

Antes de tudo, o primeiro passo é saber quem é o seu público. Para isso, faça uma pesquisa e conheça quem são as pessoas que sua marca está se relacionando. Características como faixa-etária, gênero predominante, idade e localização são fundamentais para que você consiga articular uma boa estratégia de marketing digital.

2. Presença nas redes sociais

As redes sociais estão cada vez mais potentes para quem empreende, principalmente quando se trata de divulgar produtos visuais. Através delas é que você vai construir um público fiel e com credibilidade à sua marca. Para as empresas de moda, manter um perfil no Facebook e Instagram, além de um site, são interessantes para manter o público conectado com sua marca.

3. Relacionamento com o cliente

Para que você tenha sucesso na venda de seus produtos, é importante manter o relacionamento com seus clientes, informá-los sobre as principais tendências de moda e os produtos que sua empresa ou loja estão oferecendo. Além disso, os clientes sempre possuem dúvidas sobre determinado produto. Procure respondê-los nas redes sociais. O cliente deve estar sempre em primeiro lugar para as empresas de moda e mantê-lo fiel à sua marca é importante para construir um público fixo.

4. Produção de conteúdo

Além de estar nas redes sociais e manter relacionamento com o cliente, é importante também informá-lo das principais tendências de moda e as novidades que sua empresa está oferecendo. Por isso, mantenha seus principais canais de comunicação sempre abastecidos de conteúdo. Isso vai gerar mais engajamento e seus clientes terão mais interesse e participação com sua marca.

5. Fotografia

Quando se pensa em foto, se cria um conceito. Para compor a estratégia de marketing digital, é importante seguir um estilo quanto às fotos que serão produzidas para as redes sociais da sua marca. Fotos com qualidade e feitas para as redes sociais são extremamente importantes e geram mais engajamento nas publicações. Faça fotos exclusivas. Pense em cores, lugares e estilos, pois a fotografia expressa muito a identidade da sua empresa.
Gostou das dicas? Já pensou em criar uma estratégia de marketing digital para a sua empresa? Não hesite em entrar em contato conosco, queremos te ajudar a ter sucesso nos seus negócios.

O Dia dos Namorados 2019 para marcas de moda

Daqui a menos de duas semanas chegará o Dia dos Namorados, comemorado no Brasil no dia 12 de junho. Quais estratégias a sua empresa está usando para vender mais na data? A ocasião é uma das que mais gera resultados para o comércio e é uma excelente oportunidade para crescer a sua empresa.

Confira abaixo as nossas principais dicas para que a data seja explorada da melhor forma na sua marca de moda:

Invista nas melhores fotos de casais

Hoje em dia, as fotos têm um papel fundamental para a sua marca se destacar. Evite usar bancos de imagens e produza imagens reais com as suas peças. Tire um dia para fotografar casais com as suas novidades para o outono e inverno e usar nas suas redes sociais e no seu site durante o mês de junho.

Investir em boas fotografias é fundamental para despertar o desejo dos clientes. Pesquise bem os locais em que irá fazer as fotos e esteja de olho na previsão do tempo. Os modelos podem ser seus amigos ou influenciadores digitais, para deixar as fotos mais reais.

Para contar com a gente na hora de produzir suas fotos, peça um orçamento pelas nossas redes ou pelo e-mail contato@velvetcomunicacao.com. Nós atuamos com fotografias e vídeos para empresas de Porto Alegre e região.

Engaje os seus seguidores

Fotos lindas podem render muitos likes, mas se o que você deseja para a sua marca é mais engajamento, você precisa ir além. Para aumentar seu número de comentários e compartilhamentos, que tal investir em sorteios e concursos culturais?

Uma ideia é você fazer um concurso de fotos, em que os casais devem publicar cliques usando as roupas da sua marca. A melhor foto pode ganhar uma peça de roupa para cada um do casal. Outra ideia mais simples é ir publicando frases e memes mais fofos e românticos, incentivando seus clientes a marcarem as pessoas que amam.

As perguntas também são legais para gerar um bom engajamento nas redes e aumentar o alcance da sua marca. Pergunte onde foi o primeiro encontro, se a pessoa lembra que roupa estava usando, se seus seguidores irão comprar presentes no Dia dos Namorados…

Representatividade sempre

Estamos em 2019 e não funciona mais fazer campanhas que só mostrem pessoas magras, brancas, heterossexuais. Aproveite a data para posicionar a sua marca de roupas e encantar os seus clientes.

Casais homo afetivos, pessoas negras, plus size e com deficiências devem estar nas suas imagens para a data se você deseja humanizar a sua marca e posicionar sua empresa a favor da inclusão.

Não se esqueça de que, atualmente, os valores de uma empresa são definitivos para a escolha dos consumidores. Estar alinhado com os movimentos sociais, a sustentabilidade e a redução da desigualdade pode fazer toda a diferença sobre como sua marca é vista.

E você, como está planejando o Dia dos Namorados na sua empresa? Para contar com a nossa ajuda para alavancar suas vendas por meio do marketing digital, peça seu orçamento pelo e-mail contato@velvetcomunicacao.com.

croqui

Hora do Croqui: playlist para desenhar

Quem também gosta de ouvir música na hora de se concentrar? É ótimo, desde que elas sejam calmas e estimulem o trabalho criativo.

Pensando nisso, criamos uma playlist exclusiva, especial para aqueles momentos em que a prioridade é fazer um bom desenho.

Confira abaixo a nossa playlist Hora do Croqui, siga ela e no Spotify e sugira novas músicas! Você pode nos contar sua música favorita para esse momento, pelo blog ou pelas redes sociais, que adicionamos ela à lista.

CLIQUE AQUI PARA OUVIR

O início de uma marca de moda, com Thelma Kaminski

Você é apaixonado por moda, tem conhecimento na área e está pensando em criar a sua própria marca? Saiba que isso é possível, com muito amor pelo trabalho, planejamento e boas ações de marketing.

Essa semana conversamos com Thelma Kaminski, gaúcha e estudante de moda, sobre o processo de criar uma marca de roupas e as principais características desse mercado. Se esse é o seu sonho, confere a nossa conversa!

 

Com o que você trabalha dentro da moda?

No momento estou estudando e planejamento a minha coleção para o trabalho de conclusão de curso. Mas estou com um projeto de iniciar minha própria marca/loja, espero conseguir abrir ainda este ano de 2019.

Qual foi a maior dificuldade que encontrou na área?

Na região de Porto Alegre/RS é muito difícil encontrar empregos na área. Estágios menos ainda e geralmente, quando há vagas, é para vendedora ou vitrinista, na área de criação é bem difícil.

Como você faz para se divulgar?

Eu tenho meu portfólio online, mas o que eu mais utilizo é o Instagram. Tenho três contas: a minha pessoal, a do meu brechó e uma para publicar tendências e novidades. No Facebook tenho uma página onde posto não só os trabalhos de moda, como também minhas artes.

Qual foi o maior aprendizado que já teve com sua carreira?

“Se você quer algo bem feito, faça você mesmo”. Me arrependo até hoje por ter dado um vestido, que eu vinha o semestre todo trabalhando em cima, para outra pessoa costurar.

Como lidar com as finanças sendo autônoma?

Como estou planejando a marca ainda, fiz uma tabela de todos os gastos para assim calcular o valor de cada peça. É preciso ter em visto o valor dos materiais do produto, os impostos, telefone, internet, transporte e ainda ter um lucro.

O que mais gosta na área da moda?

A parte criativa e a moda conceitual. Sempre fui ligada às áreas que envolvessem arte e a oda, apesar de ter outros ramos, também tem um lado mais artístico. Temos a liberdade de expressão, podemos fazer protestos, desconstruir padrões, etc.

 

Você tem ou está criando a sua própria marca? Deixe nos comentários um pouco de sua experiência!

 

 

Guest Post: Modelos prontos de SMS para o ramo calçadista

O setor de calçados acompanha as tendências da moda e tem novidades a cada estação. São novos modelos de botas, sandálias, scarpins, mocassins, tênis, rasteirinhas… Com tudo isso de novidade, pode ficar difícil manter os clientes informados e as vendas sempre aumentando.

Por isso que, em época de novas coleções, é importante ter um boa estratégia de comunicação. As mensagens SMS, por exemplo, têm 98% de taxa de abertura e têm um ótimo custo x benefício, sendo de alguns centavos por envio.

Está sem inspiração para a sua próxima campanha de SMS marketing da sua marca ou loja de calçados? Confira alguns modelos, copie o texto e dispare a próxima campanha para fortalecer a sua marca!

Textos prontos para a sua campanha

“Existem duas coisas que nunca são demais: amigos e sapatos. Vem conferir nossas novidades!”

“Dê a uma mulher os sapatos certos e ela poderá conquistar o mundo – Marilyn Monroe. Estamos abertos até 19h, vem!”

“Os sapatos podem transformar qualquer look! Estamos cheios de lançamentos, vem conferir em uma de nossas unidades.”

“A Cinderela é a prova de que um par de sapatos pode mudar sua vida! Vem aproveitar nossos descontos de até 40%!”

“Não se pode comprar a felicidade, mas dá para comprar sapatos, que é quase a mesma coisa! NOME DA SUA MARCA.”

“Bons sapatos levam você a bons lugares. Estamos te esperando com novidades lindas para a primavera!”

“A felicidade é um quarto cheio de livros e um armário cheio de sapatos. Deixe a segunda parte com a gente, temos muitas novidades em nossa loja!”

“Fui atrás da felicidade… Voltei com um sapato novo! Estamos te esperando em nossa loja até às 20h!”

“Eu só quero paz, amor, amigos leais e sapatos a mais! Estamos com 40% em todas as sapatilhas, vem conferir!”

“Desilusão amorosa é se apaixonar por um sapato que não tem seu número… Por isso estamos com modelos do 33 ao 38!”

“Chocolate é bom, mas sapatos novos têm zero caloria! Estamos com novidades para a primavera, vem conferir em primeira mão!”

“Uma mulher com bons sapatos nunca está feia (Coco Chanel). Temos novos modelos de scarpins com 50% OFF!”

“A primavera chegou e com ela as sapatilhas e rasteirinhas! Vem conhecer nossas novidades de seg a sex, até às 18h”

“Você é nossa convidada especial para o evento de lançamento de calçados para a nova estação! Será na próxima sexta às 19h, te esperamos.”

“Um sapato nude deixa qualquer look mais elegante e combina com tudo! Vem garantir o seu par em uma de nossas lojas.”

“Rasteirinhas metalizadas são a novidade para essa estação! Vem achar o par ideal para você, te esperamos!”

Para começar a fazer os seus de SMS, aumentar as suas vendas e ser lembrado por clientes, crie a sua conta teste na Facilita Móvel! Ao fazer seu cadastro, você ganha acesso ilimitado ao sistema, além de 15 envios de mensagens sem custo. O suporte está disponível para clientes em teste, seja por Whatsapp, e-mail, chat ou telefone!

 

Conteúdo por Facilita Móvel

Identidade para marcas de moda: entrevista com Sabrina Soares

Você dá a devida importância para a identidade da sua marca? Pode ter um impacto gigantesco no seu negócio se o design não passar a mensagem correta para o público.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, conversamos com a designer Sabrina Soares, de 26 anos, formada pela ESPM-Sul. Ela comanda a Nosso Design, empresa especializada na área. Confira a entrevista:

 

Qual é a importância de as marcas terem uma identidade visual?

A identidade visual é o primeiro contato com o cliente. Por isto é muito importante causar um bom impacto no público-alvo, buscando uma ligação entre seu negócio e o cliente.

Tem como objetivo transmitir, através dos conjuntos de elementos visuais (símbolos, cores, tipografias, entre outros), a missão, visão e valores da companhia.

Mas a identidade visual vai além do seu logotipo, ela se expressa nos materiais gráficos, uniformes, pontos de venda… Por isso devem ter a mesma unidade. E é neste momento que notamos a importância do profissional de design. Mais do que criar uma marca, deve criar uma identidade visual.

 

Quais são os cuidados básicos que todos devem ter com o design nas redes sociais?

As redes sociais têm ganhado um espaço significativo dentro das empresas. Além de promover seus serviços e aumentar o reconhecimento, elas criam vínculos com o público.

Sendo assim, elas também têm grandes responsabilidades, como: trazer envolvimento frequente (pois quem não é visto não é lembrado), publicar, além de serviços, datas comemorativas ou assunto relevantes, notícias da área, entre outros. Mas todos estes assuntos devem seguir os princípios da empresa, expressar a confiança, inovar e principalmente, facilitar ao cliente.

 

Como é o processo de criação de logotipos?

Existem diferentes métodos de criação, eu costumo me guiar pelas etapas do designer Bruno Munari.

Ao todo são 12 etapas: problema, definição do problema, componentes do problema, coleta de dados, análise de dados, criatividade, materiais e tecnologia, experimentação, modelo, verificação, desenho de construção e solução. Os primeiros tópicos servem para entender as prioridades dos clientes e sobre a essência da empresa, as demais etapas se tratam de criação.

 

O que uma identidade visual deve refletir, no caso de uma marca de moda?

Quando falamos em marcas no ramo da moda, devemos ir além do design. Deve-se levar em consideração o posicionamento sobre o mercado e a percepção do cliente.

Uma vez que o mercado da moda está cada vez mais competitivo, o ideal é investir em ações de marketing, com o objetivo de atrair atenção e empatia. Outro aspecto que as empresas devem ficar atentas são as tendências, responsáveis pelo engajamento.

 

Já está inspirado para revolucionar a sua marca com a ajuda de uma boa estratégia de marketing? Entre em contato para conhecer nossas soluções!

Como sua imagem pessoal pode alavancar seu negócio

Você tem um negócio próprio e quer utilizar de todas as armas possíveis para que ele dê certo? Então está na hora pensar com um pouco mais de carinho na sua imagem pessoal.

Sim, a forma como você se expressa, se porta e se veste tem uma relação muito direta em como as pessoas vêem a sua empresa e as suas capacidades.

Você não precisa gastar muito dinheiro com roupas novas, cursos de etiqueta ou deixar de ser você mesma. O importante é escolher com cuidado tudo o que você veste, fala e faz.

Entrevistamos a stylist de Minas Gerais Luíza Böeh que também é empreendedora (é dona do aplicativo Casafash) e entende tudo do assunto, confira:

luiza
Luíza Böeh

Luiza, é necessário renovar o guarda-roupa ao decidir empreender?

Não é preciso necessariamente trocar o guarda-roupa inteiro, mas é preciso selecionar. Muitas vezes a gente ganha roupas, vai usando e elas ficam gastas, ficam feias e a gente não percebe. Roupas muito gastam ficam ruins.

Tem algumas peças no guarda-roupa que são essenciais e a ajuda profissional (de uma stylist) é para isso, saber quais são essas peças. Então não necessariamente você precisa renovar o guarda-roupa, mas entender o que ainda funciona para você.

Depois dessa limpeza, aí é necessário fazer umas compras básicas, de peças que vão complementar o guarda-roupa e lhe dar uma cara de mulher de negócios.

Empreendedoras precisam se vestir de maneira formal?

O que é formal hoje em dia? Muitos campos de trabalho são bem liberais com isso. É muito amplo falar de formalidade. O importante é não se vestir de maneira vulgar, provocativa ou qualquer coisa dessa forma.

Um vestido cabe (colorido ou preto), por exemplo. Não dá para falar o que é formal e o que não é, depende muito em que tipo de área a pessoa vai empreender.

Quais são as peças essenciais para deixar o look mais sério, mais “mulher de negócios”?

O básico é uma calça skinny, porque é a peça mais básica que podemos ter no nosso guarda-roupa. Se ela for em um tom escuro (jeans escuro ou preto), é a melhor coisa.

Você pode colocar um terninho ou uma blusa jeans por cima, depende do que você tiver para combinar. Gosto de kimono também, porque dá um toque a mais. Se você usar uma camisa, uma calça e um kimono já dá um ar de seriedade. Blazer também cai muito bem.

Saias acima do umbigo e próximas do joelho (para baixo ou um pouco para cima) e vestidos do mesmo comprimento também são boas opções. Acessórios são as coisas que mais ajudam. Bolsas, sapatos fazem a maior diferença no que você escolher.

Se você escolheu um look básico, mas um relógio e uma bolsa bacanas, você vai passar uma imagem de mulher de negócios. Não dá para focar em uma peça só. Você pode usar o básico e ser elegante.

A liberdade sexual das mulheres é muito bem vista atualmente, mas no local de trabalho incomoda. Looks muito sexy muitas vezes impedem a gente de se locomover tranquila.

Evitando esse tipo de roupa, você não precisa se preocupar em pegar uma caneta que caiu no chão e aparecer alguma coisa, por exemplo. Para se inspirar em looks mais sérios, recomendo as produções das irmãs Kardashian.

 

PS: Já pensou em fazer um processo de coaching? Neste post tem todas as vantagens do coaching para empreendedoras!

Baixe o e-book de marketing para lojas de roupas!

Você tem uma loja de roupas e quer utilizar as mídias sociais para atrair mais clientes, tanto se você vende online ou somente em loja física? Isso é possível com um pouco de dedicação!

Neste e-book elaborado pela Velvet Comunicação e Marketing, estão as principais dicas para você começar a estabelecer a marca da sua loja de roupas na internet. Você vai saber quais são as redes sociais que você precisa estar, qual é a frequência ideal de conteúdo e qual tipo de post bomba mais em cada plataforma.

Baixe o e-book clicando no banner abaixo, siga nossas dicas e faça a sua loja crescer muito mais em 2018, fazendo você alcançar as suas metas muito mais rápido!

marketing-para-lojas-de-roupas

Se você não conseguiu baixar, deseja tirar uma dúvida ou solicitar um orçamento, mande um e-mail para velvetcomunica@gmail.com.